♩♪♬[Leia ouvindo Birdy – 1901] ♩♪♬

garotaperdida2

Pra mim, perder nunca foi a coisa mais fácil do mundo.

Eu tenho por natureza essa coisa de ter que sempre ganhar, chamem isso de competição, obsessão, autodefesa… como queiram. Fato é que desistir nunca esteve no meu vocabulário.

Um dos poemas mais famosos da Elizabeth Bishop, uma das maiores poetisas do século XX, se chama “A Arte de Perder” e fala exatamente como perder não é tão complicado assim.

Bem, melhor vocês lerem por si mesmo:

A arte de Perder

(Elizabeth Bishop)

A arte de perder não tem mistério;
Com tantas coisas propensas a serem perdidas,
A perda delas não é nenhum desastre.

Perca algo todos os dias. Aceite a irrequieta frustração
De perder as chaves da porta, de desperdiçar tempo.
A arte de perder não tem mistério.

Comece então a perder mais, e mais depressa;
Lugares, nomes e o destino de sua viagem.
Não é nenhum desastre.

Eu perdi o relógio de minha mãe. E mais!
Minha última, ou penúltima casa, também se foi.
A arte de se perder não tem mistério.

Eu perdi duas cidades, muito queridas. E, mais ainda,
Alguns domínios que eu possuía, dois rios e um continente.
Sinto falta deles, mas não foi nenhum desastre.

Perder você inclusive (sua voz gozadora,
um traço que adoro) não me fará mentir. É evidente
Que a arte de perder não tem lá tanto mistério,
Embora pareça (escreva a palavra!) um desastre.

perdersetambemecaminho

Clarice Lispector também disse que “Perder-se também é caminho”. E eu concordo e digo mais – que perder também é caminho.

Perder é difícil porque te obriga a não olhar pra trás.

Se você perde alguma coisa mas  continua andando com a cabeça virada, pode acabar tropeçando no seu caminho.

garotaperdida1

Eu gosto de acreditar que av ida é uma estrada, uma estrada cheia de vento.

E quando a coisa não tem peso suficiente pra ficar, ela voa.

Um dia pode ser que ela volte voando em sua direção e abrace o teu rosto novamente.

paperman

Ou, pode ser que vá bem longe – tão longe que você nunca mais volte à encontrar.

 

Perder é também uma forma que a vida nos tem de mostrar um caminho.

Às vezes perdemos algumas coisas para que ganhemos outras. Ou não deixemos de perder ainda mais.

Quem perde e se perde acaba perdendo oportunidades.

 

Perder pode parecer como uma coisa que te afunda,

mas deveria ser visto como algo que te leva à frente.

 

O dicionário nos ensina algumas palavras,

mas o modo como vemos a vida pode nos dar outras.

 

dict

 No dicionário, perder é um verbo transitivo.

E transitivo me lembra transição. Mudança. (Mesmo que não tenha nada a ver)

O dicionário diz que perder é:

1. Deixar de ter alguma coisa útil, proveitosa ou necessária, que se possuía, por culpa ou descuido do possuidor, ou por contingência ou desgraça.

2. Sofrer prejuízo, dano, ruína, detrimento ou diminuição em.

3. Não conseguir o que se deseja ou ama.

Mas no meu dicionário perder é:

1. Livrar-se do que não foi feito para a nossa história,
2. Sofrimento passageiro, transitivo, que vai te levar a edificação.
3. Não conseguir o que se deseja ou ama para se ter o que merece e amará ainda mais.

garotabaloes

Perder é o oposto de ganhar,
mas quem disse que perder e ganhar não podem ser a mesma coisa?

Afinal, quando se perde algo,
ganha-se espaço para preencher com ainda mais.

*Érica Hans

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
28/05/2014

comentários
diga alguma coisa