Young lovers flirting at the restaurant or cafe

Leia ao  som de Sam Smith – Stay with me

Parece que tem gente que cruza a nossa vida apenas para lembrar que estamos vivos. Acontece tudo tão de repente que parece que dá até pra acreditar em história de comédia romântica, daquelas que não teria a menor possibilidade de acontecer na vida real. Era a hora certa, o lugar certo. Eu estava naqueles raros dias em que me sentia bonita e confortável nos meus pés. Lá estava você, quase em câmera lenta com a franja balançando quando virou o rosto e olhou pra mim. Fiquei paralisada.

Os próximos segundos foram dignos de roteiro: ainda não sei bem como, mas você sentou do meu lado. Minutos depois, estávamos rindo, contando histórias e até fazendo piada um do outro. Trocamos telefone, whatsapp e toda aquela parafernália tecnológica que só serve para eu ficar te olhando até hoje.

O que veio depois não é novidade para quase ninguém. A agenda que afasta, o tempo que atrasa, a mensagem que parou de apitar. Sei lá para onde eu fui, para onde você foi. Quem parou primeiro. Quem disse a frase errada que deixou o outro bodeado. Nem eu entendi.

Nossa história taí pra provar o que acontece com quase todo mundo: aquele pico de interesse mútuo que acaba em papo na mesa de bar. Eu tendo que responder pros outros “o que aconteceu com aquele cara lá daquele dia”…e ouvindo que “Vocês pareciam estar se dando tão bem”. Pois é. Também acho.

Imagino se por aí, teus amigos também te rondam com perguntas sobre aquela menina que sorria com os olhos enquanto você falava. Mas isso, eu nunca vou saber. 

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
12/02/2015

comentários
diga alguma coisa