calça jeans como usar

Esses dias eu me dei conta de uma coisa: eu não tenho calça jeans.

Como assim? Isso mesmo. Calça jeans. O ícone mundial, versátil e a peça que todo mundo deve ter no armário.

Uma calça jeans.

Mas como é que alguém pode não ter uma calça jeans?

Simples. Pra começar eu não gosto de calça. As únicas 6 calças que eu tenho (sim, 6 calças) são sociais, coloridas ou estampadas. Mas nenhuma jeans. Eu já tive algumas, poucas, talvez 2 ou 3, e acabei dando.

Eu faço todas as minhas atividades de saia (ou vestido). Pra dormir? Camisola. Pra malhar? Shorts-saia. Pra trabalhar? Saia lápis. No inverno? Saia e meias. Minha mãe conta que desde pequena eu era assim. Me recusava a vestir calças.

Eu acho calça pouco confortável, e as jeans ainda menos. Sim, já experimentei de diversos modelos e marcas. Odeio o fato de que a cintura te aperta de alguma forma, que você senta e ela desce (o famoso “pagar cofrinho”), que a barra tem que dar certo com o sapato (dobra, sobe, corta, etc), que o botão afunda na sua barriga. É muito trabalho pra pouco retorno.

uglyjeans

Essa minha história com calças sempre foi extremamente natural.

Eu nunca optei por usar praticamente só saias ou vestidos porque eu me rebelei contra as calças, porque elas representam qualquer coisa que inconscientemente eu me conecto, porque alguém ou alguma religião me obrigou. Eu simplesmente não gosto.

jeans

E o fato de eu fazer isso naturalmente e nem ao menos tentar exaltar nunca chamou a atenção de ninguém.

Ninguém nunca apontou o dedo para mim e disse: “Ei, Érica, você não usa calça.”.

“Ei, Érica, nunca te vi de jeans”.

“Ei Érica, sua estranha. Você não tem uma calça jeans”.

Essa história parece maluca, mas contar pra vocês onde estou querendo chegar com tudo isso.

lg

Quando a gente faz alguma coisa naturalmente, espontaneamente, ela pertence a nós. Ela se comunica com nosso corpo, de forma orgânica, sem destoar.

Acredito que com moda e estilo é bem parecido.

Você precisa entender o seu corpo e principalmente: saber o que você gosta. O que você se adapta. Já experimentou usar uma luva que não cabe na sua mão? Andar num sapato que não cabe? Mesma coisa.

Eu não gosto de rasteirinha e amo salto alto. Eu amo saia e odeio calça jeans. Eu dispenso roupas que amassam muito e você tem que tomar muito cuidado para passar, por mais bonitas que sejam. Baseada nisso, eu sei o que funciona pra mim.

O que funciona para você é o que faz você se sentir confortável nos seus pés.

Se não, vai parecer que você está fantasiado. Vai chamar atenção de forma errada. Vai soar estranho.

Já parou pra pensar porque tem pessoas que podem vestir “qualquer bizarrice” e ficar bem? Porque celebridades podem ser tão extravagantes? Porque elas tem licença poética pra isso? Não. Porque elas tem segurança.

Quando você está seguro de suas escolhas e de quem você é, está tudo certo. Sejam elas de moda ou qualquer coisa na vida! Você não precisa usar calça jeans porque o mundo inteiro usa. Cortar o cabelo com a moda da vez porque alguma revista falou que é legal. Seguir as regras das revistas porque é “tendência”. Tendência do que? De quem? Pra quem e principalmente – pra que?

Em tempos de excesso de consumo que a internet provoca, é sempre bom alertar.

Seu caminho como pessoa não vai ser diferente se você fizê-lo de rasteirinha ou salto alto.

A diferença quem vai dizer é você; se você se sentir com a confiança lá em cima – até descalça você vai.

Combinados?

Ps. qualquer hora vou encontrar uma calçå jeans que eu goste. E vou usar sem medo ;)

Assista meu canal no youtube: www.youtube.com/lindapordentrotv
Me acompanhe no instagram @Lindapordentro

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
24/03/2015

comentários
diga alguma coisa