Imagination

Eu li em algum lugar que desde criança nós costumamos saber o que queremos fazer nesta vida.

Toda criança costuma brincar que vai ter ao menos 3 profissões: ser jogador de futebol, médico e astronauta.

Eu dizia que ia ser cantora, pianista e apresentadora de televisão.

piano1

Em uma apresentação de piano, aos 5.

Aos 17 anos de idade, que é quando geralmente temos que tomar uma decisão sobre nossa carreira, geralmente não sabemos nada da vida. Não somos tão diferente assim daquela criança cheio de devaneios. O mundo ainda parece ser uma máquina mágica feita pra realizar nossos sonhos.

Mas o tempo passa e a gente cai nos clichês da humanidade: alguns acabam sendo o que o pai queria ser, outros, o que a circunstância da vida pode proporcionar.

piano2

Aos 26, depois de 12 longos anos de estudos. (Ah! Decidi que não queria ser pianista. ;D)

É incontável o número de pessoas que está infeliz com a sua carreira. E digo ainda mais: que está infeliz com a sua vida porque a sua vida se confunde com a sua carreira. Passamos a maioria do nosso tempo nos dedicando ao nosso ofício e mal sobra espaço para fazermos o que realmente gostamos.

Por isso eu digo: de uma forma ou de outra, volte ao seu sonho original.

Se não deu pra ser astronauta, dá pra fazer o curso livre de astronomia no final de semana.

Não conseguiu abrir um restaurante? Convide os amigos e dê uma de chef, assim mesmo, em casa.

Se não deu pra ser cantora, dá pra tocar o seu acústico e subir no Youtube, com os colegas de classe.

iStock_000012986698_Small

Não conseguiu ser atriz? Organize o seu próprio curta metragem e aproveite para distribuir seu conteúdo online. A internet é realmente uma poção mágica.


Eu acredito que existe uma chance para todo mundo ser feliz e fazer o que gosta. Se não puder viver disso, que faça no seu tempo livre. Desfrute do seu sonho pelo simples prazer e não pela necessidade de ganho financeiro.

Você pode ser quem você queria ser, desde que você não espere viver dos ganhos disso.

(Pense pelo lado bom: se você for ruim, não tem pressão, afinal, vai fazer pelo seu próprio prazer!)

– Se você não faz algo por amor, por que mais deveria fazer?

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
20/04/2015

comentários
diga alguma coisa