ouvir melhor do que falar quem ouve

 

Eu sempre fui dessas que falava muito.

Falava da minha vida, falava o que ia fazer, falava o que achava, falava demais.

Com o tempo, fui percebendo que falar não é muito legal.

 

As pessoas mais espertas que eu conheço falam pouco.

Quando falam, não falam de si – sempre se resguardam.

Quem fala, se compromete.

Dar uma opinião sem ser necessário é arriscado.

Falar significa envolver-se na situação mesmo que ela não seja sua.

Falar dos outros então pode ser letal.

Tem quem ache que falar dos seus planos pode atrair energia ruim. A tal da “inveja”.

Falar demais da sua vida pode dar espaço a julgamento, por mais correto que você seja.

 

Já ouvir, ouvir é genial.

Ouvir significa receber e mastigar livremente em sua mente a matéria expelida pelos outros.

Ouvir significa ter posse. Posso da opinião. Posse da ideia. Posse do julgamento.

 

Falar é doação. É entrega.

 

Quem ouve, ganha tempo.

Pensa. Reflete. Resguarda.

 

Falar é pó.

Ouvir é ouro.

 

Diz o ditado que temos 2 ouvidos e só 1 boca pra ouvir mais.

Mas eu acho que no fundo é porque a gente devia ter é dois cérebros,

para pensar direito antes de falar.

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
06/05/2015

comentários
diga alguma coisa