Olá terráqueos! Se você é como eu, que não consegue largar o celular da hora que acorda até a hora que vai dormir, começa a tremer senão checar as atualizações do Facebook ou dar uma lidinha nos grupos do Whatsapp…você chegou no post certo. E o despertador? Olha 3 vezes se realmente ligou? Puts, tem alguém apitando no Instagram. Vou ver. Peraí, quantas pessoas viram meu stories? Quem é essa pessoa mesmo? Vou dar um pulinho no feed dela…

Crise de ansiedade, transtorno de ansiedade, ataque de pânico… essas palavras estão se tornando cada vez mais comuns no nosso vocabulário.  A verdade é que parece que está todo mundo ficando louco! Tudo isso que eu citei acima contribui para essas doenças cada vez mais comuns na vida moderna.

Você começa a ler um texto, fica desesperado pra terminar, aí abre outras mil janelas, porque precisa ler todos os textos, todos os sublinks? Dá até uma falta de ar? Fica rodando no Netflix e não consegue clicar em nenhum filme porque parece longo demais para terminar, e tem tantos outros,e tantas séries….aaaah! Seu coração acelera, você começa a tremer, suar…se sentir agitadíssimo… quem já sentiu isso sabe que é uma droga não é mesmo?

Então segura essa marimba: dá pra resolver ou pelo menos diminuir com uns truques básicos. E CALMA! Ninguém vai morrer se ficar sem olhar o telefone ou ler um monte de link. Já pensaram que antigamente (nem tantos anos antes assim, pelo menos eu me lembro da vida sem internet!), todo mundo vivia sem essa parafernalha toda? E todo mundo sobreviveu, evoluiu, enfim, chegou até aqui.

O que você precisa fazer para se livrar da ansiedade:

  • APROVEITE O STORIES DO WHATSAPP PRA AVISAR: se for urgente, por favor, telefone.
  • TIRE TODOS OS ALERTAS DO SEU CELULAR, EXCETO O DE LIGAÇÃO (no caso de emergência).
  • ESTABELEÇA LIMITES: SÓ OLHE AS REDES SOCIAIS 3 X POR DIA
  • FAÇA EXERCÍCIOS DE BOA (ninguém precisa se matar na academia, uma volta de bike, uma caminhada de 30 min já resolve)
  • OUÇA MÚSICAS FELIZES NO CAMINHO PARA CASA E TENTE NÃO PENSAR EM OBRIGAÇÕES
  • QUANDO CHEGAR, APROVEITE A ARTE DE NÃO FAZER NADA (quando for a sua hora de relaxar!).

 

Eu tenho siricutico se eu estou deitada no sofá sem fazer nada, sinto uma culpa imensa, começo a ficar agitada, quero ser produtiva, útil, olho o celular, vejo videos, leio matérias, crio listas, tenho ideias, AAAAAAAAH.  Depois não quer que o ser surte!

Enfim. Se livrar do celular faz um bem DANADO e você não faz ideia.

Bora tentar? Depois me conte.

Segue noixxx no insta @ericahans e @fraseslindapordentro 

Curta a nossa pagelinda: fb.com/portallindapordentro/ 

 

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
02/03/2017

Tornar-se uma pessoa melhor pode ser bem mais fácil do que pensamos. Estar nervosa, ter um dia ruim ou com pressa não é motivo para ter uma atitude ruim com os outros. Afinal, pense no seguinte: a energia gasta vai ser a mesma, para falar algo bom ou ruim, para ser educado ou grosso. 


Mas, o resultado dura pelo resto do dia – alguém fica melhor, que faz outra pessoa melhor, e o fluxo flui… Vem comigo:

comoserumapessoamelhor_1

1. Não seja egoísta

Aprenda a ceder os seus pertences. Vale emprestar o carro, roupas, carregador do celular…

2. Não guarde rancor

Muitas vezes dizemos que perdoamos as pessoas mas é só ela dar mais uma mancada que resgatamos a lista de mancadas que ela já deu. “Jogue essa lista fora” de uma vez.

3. Não leve palavras ao pé da letra fora de contexto

Se em determinada situação alguém te disse algo, considere o estado que a pessoa estava quando falou com você. Raiva e stress podem nos deixar exagerados de vez em quando. Então esqueça aquele famoso “porque uma vez você me disse isso” como se tivesse saído da boca da pessoa num dia de sol.

4. Use um tom de voz suave

As mesmas palavras ditas de formas diferentes podem ter um efeito contrário na pessoa. Quer testar? Experimente falar “bom diiia” com doçura e outro bom dia “curta e grossa”. Entendeu?

5. Fale com as pessoas olhando nos olhos

Deixe o smartphone de lado, pelo amor de Deus!

6. Peça desculpas

Se não consegue falar, escreva um wassup, sms ou e-mail.

7. Ouça os seus amigos e familiares

Por incrível que pareça, as pessoas que mais nos conhecem tendem a ter os melhores conselhos para nos dar.

8. Não culpe a falta de tempo

Estar ocupado demais nunca será resposta para esquecer de falar com a pessoa que você considera especial. Vale para família, namorado, amigos.

9. Agradeça

Pare 5 minutos todos os dias e lembre de tudo por que você é grato. Isso vai te deixar em estado de alegria e te tornar alguém mais leve, mais feliz, mais iluminado.

10. Ame sem esperar em troca

Esse é o mais difícil de todos.  E o mais importante. Tudo o que você fizer acima, e de bom, não deve ser feito esperando que a outra pessoa reaja igual. Na maioria das vezes elas não vão reagir. Não vão te dar bom dia com o mesmo amor, ser prestativos ou atenciosos. Mas isso não importa. O que importa é como você se sente.

Lembre-se: a prática leva ao hábito. caso você falhe, a próxima vez está logo ali na sua frente.

* Tem mais dicas? Coloque nos comentários. ;)

 

Gostou do post? Volte amanhã que tem mais. Não esqueça de curtir, assim você me incentiva a continuar escrevendo ;)

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
07/08/2015

iStock_000004737890_Small

Quando estamos apaixonados, principalmente quando somos mais novos, fazemos boas loucuras.

Escrevemos e-mail, whatsapp, indireta no Facebook, declaração, tudo que é possível. Nos torcemos e retorcemos pra tentar conquistar a atenção do outro, nem que seja por um tiquinho. Sem preconceito. Sem orgulho. Sem medo de ser feliz.

Parece roteiro de comédia romântica, coisa de adolescente, burrice. Pode ser que já tenha até acontecido comigo ou com você.

Mas hoje me ocorreu o seguinte:

por que não nos dedicamos desta forma para conquistar ou resgatar pessoas que já são queridas?

quantas vezes nos afastamos ou deixamos afastar amigos ou familiares por alguma birra e não lançamos mão de todos esses esforços para trazê-los para perto?

Muitas vezes pensamos que as coisas deveriam ser assim:
se uma pessoa errou, te magoou (você não estando certa ou não), deveria ser responsabilidade dela reconhecer e vir atrás de você.

Se a pessoa não reconhecer – você não faz nada. Afinal, não é você quem deve avisar das falhas dos outros.

Mas quantas pessoas já deixamos no caminho por causa disso?

Quantas vezes pensamos “mas se fulano preferiu fazer isso, ou “escolheu” tal pessoa, eu lavo minhas mãos”.

Será que a gente não devia ir lá e resgatar, laçar, segurar pelos ombros e dizer: ei, eu quero você por perto, não importa o que aconteceu.

Por que não investimos a mesma garra que colocamos em romances adolescentes para resgatar a relação que tínhamos com nossos pais? Com nossos amigos de verdade? Com nossos filhos? Com aquelas pessoas que realmente significam na nossa vida?

Não deixe escorrer pelos seus dedos as pessoas que importam, porque erros todos nós cometemos, de formas e maneiras diferentes. Cada um tem uma forma de pensar, agir e se expressar – se todo mundo se expressar em silêncio, passaremos a vida inteira em branco, sem trocar as farpas necessárias que depois se tornarão abraços.

Pense em quem você já investiu e dedicou seu tempo e não valia nada.
Pense de quem você se afastou porque tinha “inimigos” por perto
…. e assim se afastou de quem você mais ama?

Hoje, escolha ser a pessoa pura. Que,
embora todos os poréns, vai de alma limpa
apenas buscando uma coisa:

viver no caminho do amor.

Gostou do post? Volte amanhã que tem mais. Não esqueça de curtir, assim você me incentiva a continuar escrevendo ;)

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
05/08/2015

ouvir melhor do que falar quem ouve

 

Eu sempre fui dessas que falava muito.

Falava da minha vida, falava o que ia fazer, falava o que achava, falava demais.

Com o tempo, fui percebendo que falar não é muito legal.

 

As pessoas mais espertas que eu conheço falam pouco.

Quando falam, não falam de si – sempre se resguardam.

Quem fala, se compromete.

Dar uma opinião sem ser necessário é arriscado.

Falar significa envolver-se na situação mesmo que ela não seja sua.

Falar dos outros então pode ser letal.

Tem quem ache que falar dos seus planos pode atrair energia ruim. A tal da “inveja”.

Falar demais da sua vida pode dar espaço a julgamento, por mais correto que você seja.

 

Já ouvir, ouvir é genial.

Ouvir significa receber e mastigar livremente em sua mente a matéria expelida pelos outros.

Ouvir significa ter posse. Posso da opinião. Posse da ideia. Posse do julgamento.

 

Falar é doação. É entrega.

 

Quem ouve, ganha tempo.

Pensa. Reflete. Resguarda.

 

Falar é pó.

Ouvir é ouro.

 

Diz o ditado que temos 2 ouvidos e só 1 boca pra ouvir mais.

Mas eu acho que no fundo é porque a gente devia ter é dois cérebros,

para pensar direito antes de falar.

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
06/05/2015