Young lovers flirting at the restaurant or cafe

Leia ao  som de Sam Smith – Stay with me

Parece que tem gente que cruza a nossa vida apenas para lembrar que estamos vivos. Acontece tudo tão de repente que parece que dá até pra acreditar em história de comédia romântica, daquelas que não teria a menor possibilidade de acontecer na vida real. Era a hora certa, o lugar certo. Eu estava naqueles raros dias em que me sentia bonita e confortável nos meus pés. Lá estava você, quase em câmera lenta com a franja balançando quando virou o rosto e olhou pra mim. Fiquei paralisada.

Os próximos segundos foram dignos de roteiro: ainda não sei bem como, mas você sentou do meu lado. Minutos depois, estávamos rindo, contando histórias e até fazendo piada um do outro. Trocamos telefone, whatsapp e toda aquela parafernália tecnológica que só serve para eu ficar te olhando até hoje.

O que veio depois não é novidade para quase ninguém. A agenda que afasta, o tempo que atrasa, a mensagem que parou de apitar. Sei lá para onde eu fui, para onde você foi. Quem parou primeiro. Quem disse a frase errada que deixou o outro bodeado. Nem eu entendi.

Nossa história taí pra provar o que acontece com quase todo mundo: aquele pico de interesse mútuo que acaba em papo na mesa de bar. Eu tendo que responder pros outros “o que aconteceu com aquele cara lá daquele dia”…e ouvindo que “Vocês pareciam estar se dando tão bem”. Pois é. Também acho.

Imagino se por aí, teus amigos também te rondam com perguntas sobre aquela menina que sorria com os olhos enquanto você falava. Mas isso, eu nunca vou saber. 

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
12/02/2015

sabao1

Você já teve dúvidas se gosta do seu cachorro?

Já ouviu alguém dizer “eu não sei se eu gosto mesmo do meu cachorro ou se eu só quero ter alguém pulando quando eu chegar em casa”. ? Aposto que não.

Quando você gosta de alguma coisa, você gosta e ponto.

Eu gosto de dizer que o amor é mais ou menos assim.

Quando você gosta MESMO de alguém, você sabe que gosta, na ponta da língua.

Você não tem dúvidas que a pessoa é com quem você queria passar qualquer sábado (e segunda, e terça, e quarta) à noite. Não fica imaginando se seria bom passar um feriado ou a vida toda juntos. Você tem certeza.

amare1

Por isso, se alguma vez alguém tiver dúvida sobre ficar com você, ou você tiver dúvida sobre ficar com uma pessoa, a situação já está meio que resolvida: não é ele(a).

Captura de Tela 2014-12-01 às 21.01.11

Já diria o Molejo: não era amor, era cilada!

Se você procura alguma coisa REAL, não perca seu tempo com relações abaladas. Não deixe que seus dias sejam preenchidos por alguém que não sabe se quer mesmo ficar com você. Que ora está de bom humor, ora de trata bem, ora te trata mal.

Quando for a pessoa certa, você vai sentir paz, tranquilidade e até vontade de sair voando por aí.

Você não vai ter medo, receio, dúvidas. Angústia ou aperto no coração.

Você vai saber que no outro dia, a pessoa vai estar lá. E no outro mês também. Seja na chuva, no sol, na presença, na ausência, na alegria e – oops, até na merda.

Se você está com alguém e volta e meia pensa “será?”, talvez seja a hora de você rever se não está procurando substituir algum espaço vazio em você. Não confunda amor com companhia. Amor é totalmente diferente.

Amar é ter certeza.
E acho que a gente devia viver a vida procurando isso. E não parar, até encontrar.

amare2

Você já encontrou o seu?

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
01/12/2014

Sabe aquele velho ditado “é dando que se recebe?”

Às vezes a gente passa muito tempo naquela velha reclamação: “Não encontro ninguém legal”. “Parece que todo mundo tem um emprego que gosta  menos eu”. “Queria tanto me dar bem com minha família”.

A verdade é que tem gente que não sabe receber amor. Quando ele aparece, a pessoa foge, espana, sai correndo. É tão acostumado a um eterno doar-se que quando chega a sua vez de receber, você simplesmente apavora.

heart1

Vamos fazer um teste? Se você responder sim para alguns dos itens abaixo, saiba que você é uma dessas pessoas que não sabe receber amor!

1. Você fica sem graça quando recebe elogios

2. Você se sente mal quando aceita um favor de alguém

3. Você é extremamente disponível quando precisam de você mas não gosta de incomodar ninguém quando precisa de ajuda

4. Você tem medo quando alguém diz que gosta de você

5. Você tende a se interessar mais por quem parece não dar bola para você

Se identificou com alguma? Bingo! Você é uma pessoa que não sabe receber amor.

A vida é uma eterna troca. Da mesma forma que você sente prazer em compartilhar, doar, ouvir, dar atenção, outras pessoas também sentem essa mesma sensação. Não tem problema nenhum que vez ou outra seja você a pessoa que vai ganhar uma carona ao invés de dar, receber a carta de amor ao invés de chorar pros quatro cantos por ter levado um fora, ser promovida e receber desafios maiores ao invés de uma demissão.

O mais curioso é que as pessoas que menos sabem receber amor são as que mais estão acostumadas a dá-lo. Identifique se você tem esse comportamento e permita que o amor flua na direção da sua vida, afinal, quem dá muito amor, uma hora, recebe, e recebe ainda mais.

 

 

 

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
10/10/2014

fone3

Para ler ouvindo: Damien Rice – I don’t want to change you

Ela não sabia se escrevia pra ele. Não sabia se as coisas faziam sentido ainda, sei lá, sair dizendo o que se sente sem esperar nada em troca, está certo isso? Mas, será que não é isso que é o amor? Desde quando a gente só pode se expor por aí e sair dizendo o que sente quando tem a esperança de que alguma coisa vai mudar?

Parece uma coisa doida, mas as pessoas ficam bem ofendidas quando alguém faz uma declaração. Quem nunca se pegou dizendo: “Aquele louco, mal me conhece e já saiu me dando flores”. Ou comentando  “daquela menina, que só fica postando indireta romântica no Facebook”.  Deve ser loucura mesmo, no mundo de hoje, dizer o que se sente por alguém, sem saber o que esperar.

Mas ela queria escrever pra ele.

Queria dizer que estava tudo bem, que descobriu uma daquelas músicas que fazem você ficar ouvindo no replay e pensando na pessoa, mesmo com a certeza de que nunca vai tê-la de volta. E que tá tudo bem. Que a vida tá seguindo em frente, que ela continua tentando não comer carboidrato, esquecendo de levar o guarda-chuva no trabalho e se desentendendo com a mãe. Que ela até conheceu outros caras, mas que aquela música – aquela música lembra um amor como o que tiveram, um amor digno de se recordar.

Tem gente que passa pela nossa vida só como temporada de um seriado. E se for pra ser, vai ser uma grande surpresa do destino, algo que só saberemos depois.

Enquanto isso, ela segue olhando pro celular, na dúvida se manda aquela mensagem.

[Aí parou, escreveu, um oi, e e aí, tudo bem, mas que escondia tantas outras palavras…]

 

I just came across some angel where there is no danger
Where love has eyes, it is not blind

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
01/10/2014