iStock_000004737890_Small

Quando estamos apaixonados, principalmente quando somos mais novos, fazemos boas loucuras.

Escrevemos e-mail, whatsapp, indireta no Facebook, declaração, tudo que é possível. Nos torcemos e retorcemos pra tentar conquistar a atenção do outro, nem que seja por um tiquinho. Sem preconceito. Sem orgulho. Sem medo de ser feliz.

Parece roteiro de comédia romântica, coisa de adolescente, burrice. Pode ser que já tenha até acontecido comigo ou com você.

Mas hoje me ocorreu o seguinte:

por que não nos dedicamos desta forma para conquistar ou resgatar pessoas que já são queridas?

quantas vezes nos afastamos ou deixamos afastar amigos ou familiares por alguma birra e não lançamos mão de todos esses esforços para trazê-los para perto?

Muitas vezes pensamos que as coisas deveriam ser assim:
se uma pessoa errou, te magoou (você não estando certa ou não), deveria ser responsabilidade dela reconhecer e vir atrás de você.

Se a pessoa não reconhecer – você não faz nada. Afinal, não é você quem deve avisar das falhas dos outros.

Mas quantas pessoas já deixamos no caminho por causa disso?

Quantas vezes pensamos “mas se fulano preferiu fazer isso, ou “escolheu” tal pessoa, eu lavo minhas mãos”.

Será que a gente não devia ir lá e resgatar, laçar, segurar pelos ombros e dizer: ei, eu quero você por perto, não importa o que aconteceu.

Por que não investimos a mesma garra que colocamos em romances adolescentes para resgatar a relação que tínhamos com nossos pais? Com nossos amigos de verdade? Com nossos filhos? Com aquelas pessoas que realmente significam na nossa vida?

Não deixe escorrer pelos seus dedos as pessoas que importam, porque erros todos nós cometemos, de formas e maneiras diferentes. Cada um tem uma forma de pensar, agir e se expressar – se todo mundo se expressar em silêncio, passaremos a vida inteira em branco, sem trocar as farpas necessárias que depois se tornarão abraços.

Pense em quem você já investiu e dedicou seu tempo e não valia nada.
Pense de quem você se afastou porque tinha “inimigos” por perto
…. e assim se afastou de quem você mais ama?

Hoje, escolha ser a pessoa pura. Que,
embora todos os poréns, vai de alma limpa
apenas buscando uma coisa:

viver no caminho do amor.

Gostou do post? Volte amanhã que tem mais. Não esqueça de curtir, assim você me incentiva a continuar escrevendo ;)

escrito por
erica
Erica Hans tem 30 anos e quer que todo mundo seja feliz. Além disso, é sócia/diretora da Social Media St..
Veja Mais Posts sobre
05/08/2015